O mercado de flores de corte em evidência na edição 74

Matéria de capa: A FLOR DE CORTE FORA DA ZONA DE CONFORTO

Seção Floricultura: PERFIL E COMPORTAMENTO DOS CONSUMIDORES DE FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS NO BRASIL

Nada como circular por aí, mesmo que virtualmente, para conhecer pessoas e, principalmente, novas idéias. Da união de várias ideias, várias disciplinas, surge o conhecimento para solucionar  problemas. Se a isso acrescentarmos a criatividade, teremos literalmente, uma BELA solução. É isso que fazem os artistas. Dito isto destacamos nesta edição a estréia de PAZÉ em duas seções da Revista Plasticultura: Arte Verde e Ambiente. Confira seu trabalho artístico e também o projeto Jardins do Tempo na sequencia de nossas páginas. Um projeto para aumentar a área verde do município de São Paulo e, além disso, impedir a continuidade da poluição do solo e do lençol freático em 4 cemitérios da capital.

Também nesta edição, muita informação e desmistificação: em TECNOLOGIA o engenheiro agrônomo Sergio Medeiros, da Embrapa São Carlos conversou com um boi e trouxe respostas científicas, de uma maneira bem humorada, sobre questões rotineiras que leigos especialistas insistem em deturpar e pior, repetir como verdades absolutas. O também engenheiro  agrônomo Dr.Aldir Teixeira fala sobre uma vida dedicada ao café. Nosso entrevistado é um dos raros casos, e acreditamos que mais do que justo, de um profissional agraciado em vida com a instituição de um prêmio outorgado anualmente e que leva o seu nome.

Na matéria de capa mostramos, mais uma vez, um segmento da Cadeia de flores e plantas ornamentais, as flores de corte. Empresários rurais do setor que estão adaptando seus modelos de negócio às necessidades do mercado em transformação com a pandemia. Como trabalhar todo um planejamento de longo prazo, com escolha de variedades, importação de matrizes e estrutura de produção do corte e convertê-lo para vaso?  Para ajudar um pouco mais aos empresários rurais do setor, trouxemos a pesquisa das professoras Patrícia Duarte de Oliveira Paiva e Michele Valquíria dos Reis, do setor de Floricultura e Paisagismo – da Universidade Federal de Lavras. Elas destacam o perfil e comportamento dos consumidores de flores e plantas ornamentais no Brasil

Logística é um tema abordado regularmente em nossas páginas, mas voce sabe como regular o estoque de sua empresa rural em função da demanda interna de seus produtos no seu processo produtivo? Dimensionar os tamanhos dos lotes de fertilizantes, bobinas plásticas para cobrir as estufas ou vasos e embalagens mostrou-se importante ao longo dos últimos meses em que as matérias primas oscilaram de valor e sumiram das revendas ao prazer da especulação do mercado e do vírus do Covid 19.

Finalmente destacamos a coluna de nosso colega José Luiz Tejon, falando a respeito da importância da energia elétrica para a agropecuária nacional e do enorme risco de novos “apagões” (e não somente no Amapá) em 2021. A falta de chuvas, mas sobretudo de planejamento, podem afetar a locomotiva caipira da economia brasileira e parar o agronegócio. Coisa que nem a pandemia fez. Agora, além de rezar contra o vírus, temos que rezar para S. Pedro.  Pelo menos estamos chegando no finzinho. Do ano.

GOSTOU DOS TEMAS ABORDADOS? Mande um ZAP para 19 997974710 e receba gratuitamente a versão digital, na íntegra.

Posted by Bliska in : Sem categoria, Nenhum comentário em O mercado de flores de corte em evidência na edição 74

Deixe seu comentário