Importância da manutenção de acervos botânicos

Jardim Botânico do Rio vai investir R$ 880 mil na ampliação e digitalização do seu acervo botânico

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro vai investir R$ 880 mil na ampliação e digitalização do seu acervo botânico, considerado o maior da América do Sul e fundamental para o estudo e conservação da flora brasileira. Os recursos, liberados na última sexta-feira (20/8), são da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), e serão aplicados na ampliação de 25% da capacidade de armazenamento do herbário, aquisição de novo sistema de climatização do local e uma câmara fria destinada ao laboratório de sementes. Além disso, serão restauradas 80 mil amostras oriundas das restingas e mangues do Estado do Rio de Janeiro, hoje praticamente inexistentes. A rica coleção pertencia à antiga Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (Feema) e foi doada, em 2017, ao JBRJ.

O conjunto de coleções biológicas do Jardim Botânico do Rio reúne 850 mil amostras, incluindo exemplares de plantas desidratadas, a xiloteca (amostras de madeira), a carpoteca (coleção de frutos), bancos de sementes, fungos, DNA e etnobotânica, que contribuem para ampliar o conhecimento e a conservação da flora neotropical.

A iniciativa foi selecionada no âmbito do Programa Apoio à Conservação da Biodiversidade: coleções biológicas do Estado do Rio de Janeiro (COLBIO), de financiamento de projetos que visem a dar suporte à organização, manutenção, informatização, digitalização, gestão e divulgação das coleções biológicas de instituições sediadas no Estado do Rio de Janeiro. O prazo para a conclusão das ações é de três anos.

  • As coleções mantidas sob a guarda do Jardim Botânico do Rio são de excelência e reconhecidas internacionalmente pela qualidade científica e preservação. Esperamos, ao fim dos 36 meses, ter ampliado a capacidade institucional do Jardim de manter e conservar seu acervo botânico, físico e digital, e seguir cumprindo sua missão na catalogação e difusão de dados sobre a biodiversidade brasileira.

Para quem quiser consultar, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro administra o Herbário Virtual Reflora, em parceria com o CNPQ.

Acesse
Consulta Pública do Herbário Virtual (jbrj.gov.br)

Posted by Bliska in : Sem categoria, Nenhum comentário em Importância da manutenção de acervos botânicos

Deixe seu comentário